terça-feira, 23 de maio de 2017

Tecnologias Aeroespaciais é o Tema Debatido na Abertura da Escola de Altos Estudos no Maranhão

Olá leitor!

Segue abaixo uma interessante notícia postada ontem (22/05) no site da “Universidade Federal do Maranhão (UFMA)” destacando que Tecnologias Aeroespaciais foi tema debatido na abertura da Escola de Altos Estudos que esta sendo realizada nesta universidade maranhense.

Duda Falcão

UFMA NOTÍCIAS

Tecnologias Aeroespaciais é o Tema Debatido
na Abertura da Escola de Altos Estudos

Por Rosana Oliveira
Ascom da UFMA
Revisão: Jáder Cavalcante
Fonte: Ariele Jullian
Publicado em: 22/05/2017
Última alteração em: 22/05/2017 - 18:32


SÃO LUÍS - “Uma janela promissora para o futuro do país é aquela capaz de gerar oportunidades”. Foi o que disse a reitora Nair Portela durante a abertura da Escola de Altos Estudos, nesta segunda, 22, na UFMA. O projeto foi lançado em parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) e Ministério da Defesa, com apoio do Governo do Maranhão e da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI).

A ideia de criar Escolas de Altos Estudos no Maranhão surgiu da necessidade de investir os recursos que o estado oferece visando à produção de ciência. O projeto é coordenado pelo assessor de Internacionalização da UFMA, Allan Kardec Barros. Cerca de quinhentos inscritos participam do evento, que vai até até essa terça-feira, 23.

O secretário da SECTI, Jhonatan Almada, disse que a universidade tem se posicionado a favor da inovação. “A parceria com a UFMA tem dado bons resultados como, por exemplo, as IECTs, que são a nova modalidade para o financiamento de pesquisas no estado, e a implantação do curso de Engenharia Aeroespacial”, afirmou.

O diretor do CLA, Luciano Valentim Rechiuti, destacou as possibilidades e os desafios do curso. “Estamos no caminho certo, que é formar gente nova que possa trabalhar na academia ou no lançamento espacial, promovendo também uma vida melhor para a comunidade de Alcântara”.

O deputado José Reinaldo Tavares diz acreditar que o crescimento do setor será impulsionado mediante os investimentos do governo. “É necessário investir ainda mais na área para transformá-la num centro espacial brasileiro, visando ao desenvolvimento do país no quesito tecnologia”.

A plateia, formada em sua maioria por estudantes de cursos da área de tecnologia, ouviu atentamente o pró-reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Luiz Góes, descrever os desafios do país e as oportunidades que podem surgir. “Os planos vão desde a criação de mestrados profissionais, a implantação do curso, que nos mostram de forma clara a transformação do setor, num país extremamente carente de iniciativas como estas”, enfatizou.

A reitora Nair Portela destacou ainda a relevância do engajamento dos alunos. “É fundamental que os alunos se interessem e participem deste marco histórico para universidade”, afirmou.

Estudante do Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia (BICT), Paula Melo enxergou no evento uma oportunidade para clarear o seu entendimento sobre o assunto. “Ainda vou decidir qual engenharia seguir, e ouvir os representantes foi bom para ampliar a minha visão sobre curso”, sintetizou.

A primeira palestra, intitulada “Model based design and simulation of Aerospace Systems”,foi ministrada pelo professor Petter Krus, da Universidade de Linkoping, na Suécia.

A programação abordará as seguintes temáticas: “Estruturas Inteligentes e Aplicações Aeroespaciais”; “Modelagem Multifísica e aplicações em sensores e atuadores aeroespaciais”; “Mestrado Profissional (MPSafety)”; “Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (Pese)”; “Programa Espacial Brasileiro: Perspectivas futuras”.

Estiveram ainda presentes na abertura do evento o representante da empresa Visiona, João Paulo Campos, o representante do Estado Maior da Aeronáutica, tenente coronel Alessandro da Mata e o professor Rogério Moreira Lima, representando o reitor da Universidade Estadual do Maranhão.



Fonte: Site da Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Comentário: Muito interessante e parabenizo a UFMA e o Governo Maranhense por essa iniciativa. Quero aqui também registrar o grande trabalho que dois grupos (um universitário e outro do ensino médio técnico) estão realizando visando o engradecendo do nome do Estado do Maranhão nesta área aeroespacial e precisam deste reconhecimento e de apoio para fazerem ainda mais pelo Maranhão e pelo Brasil. O primeiro deles é a equipe “Carcará Rocket Design” da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) , uma das grandes premiadas no ultimo Festival Nacional de Minifoguetes em Curitiba, equipe esta formada por uma galerinha dedicada, extremamente simpática e querida por todos que tiveram a oportunidade de conhece-los. O outro grupo está locado no Instituto Federal do Maranhão (IFMA) sob a coordenação do jovem professor Brehme de Mesquita, e vem realizando pesquisas na área de cansats, cubesats e pequenos foguetes. Grupos emergentes como esses locados em instituições públicas sempre necessitam de apoio governamental para que possam realizar as suas atividades, e um grande exemplo disso é o próprio grupo Carcará da UEMA que, mesmo realizando um grande trabalho de reconhecimento nacional na área de foguetes, tem enfrentado dificuldades para testar seus motores com segurança pela falta de um local adequado para isso, local este que poderia muito bem ser em uma área designada no CLA.

2 comentários:

  1. Atualmente, o governo do Maranhão busca investimentos a área aeroespacial no Estado por meio de parcerias que deem estruturas para o desenvolvimento da área. Infelizmente, algumas decisões ficam a esfera federal, como por exemplo, a utilização da base de Alcântara por meio de parcerias. Espero que o CLA nos possa ceder espaço futuramente para que outras iniciativas nos acompanhe. Iniciei conversa com o grupo Carcará por sua experiência em competições tecnológicas de mini foguetes. A ideia é chegarmos a ter uma equipe, mas na modalidade de ensino médio. Avante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brehme!

      Que bom jovem amigo, essa galerinha da Cacará é gente muito boa, dê um abraço neles por mim.

      Abs

      Duda Falcão
      (Blog Brazilian Space)

      Excluir